Château Rolland Maillet, St Émilion Grand Vin de Bordeaux AOC 2012

  • País
    França
  • Região
    Bordeaux
  • Apelação
    Saint Émilion AOC
  • Produtor
    SCEA des Domaines Rolland
  • Vinícola
    Domaines Rolland / Pomerol
  • Tipo
    Vinhos Tinto
  • Safra
    2012
  • Vieilles Vignes
    30 anos
  • Composição
    80% Merlot e 20% Cabernet Franc.
  • Colheita
    100% manual com 2 seleções
  • Maturação
    12 à 15 meses em barricas de carvalho francês de 1 ano.
  • Volume
    750ml
  • Grad. Alcóolica
    13,5%
  • Temperatura Ideal
    16 a 17 °C
  • Sugestão de Guarda
    Vinho de guarda, entre 2016 e 2021 atinge seu apogeu.
  • Comercialização
    Vinhos Everest @vinhos_franceses
  • Vinificação
    Por parcelas em pequenas cubas com contrôle de temperatura.
Notas
Robe granada brilhante. Nariz extremamente aromático; aromas florais e frutados (cassis e frutas maduras). Vinho equilibrado, bela densidade, grande presença em boca e agradávelmente marcado pelo fruto (morango, amora, ameixa associadas à chocolate). Uma nota "boisée" elegante assinada Michel Rolland. Vinificação realisada nas instalações da propriedade familiar "Le Bon Pasteur"; um mosaico de parcelas, 21 cadastradas. Esta diversidade de terroirs explica toda a complexidade e é a identidade deste vinho; intensidade da coloração, "delicatesse" do bouquet, maciez dos vinhos Pomerol, personalidade generosa e poder dos vinhos Saint Émilion.

Sobre o Produtor

A trajetória de Michel Rolland se confunde com a da propriedade Château Le Bon Pasteur, em Pomerol-Maillet onde cresceu. A infância e a adolescência vividas próximas à natureza explica seu carinho pela Terra e paixão pela Vinha. Após terminar a faculdade de enologia em Bordeaux, Michel Rolland inicia suas ousadas inovações (colheita com maturidade perfeita das uvas, seleção dos cachos antes e depois da colheita, vinificação integral, utilisação de pequenas cubas com contrôle de temperatura) adaptando diversos métodos para respeitar a rica complexidade das parcelas e dos terroirs franceses. Michel Rolland sempre pensou que sua "parcela" seria o universo, o mundo dos vinhos! Foi um precursor em pensar que o viticultor poderia infuenciar antes da colheita o "efeito millésime" de um vinho (influências climáticas do ano da colheita). Um vinho pré-destinado a ter uma "carreira curta" poderia tornar-se um excelente cru; "a única maneira de sabê-lo é mordendo o grão da uva!" diz ele... "mas o principal... é revelar ao máximo as nuances do terroir".

Basta clicar nas imagens para ampliá-las.

Harmonizações

Confira mais Sugestões