Blog

Terça-Feira , 13 de Setembro de 2016

Apelações do Vale do Rhône e nossa seleção de vinhos AOC Côtes du Rhône

AOC (Apelação de Origem Controlada) é o reconhecimento de uma realidade e de uma tradição incluindo vários elementos: castas, terroir e "savoir faire" em viticultura.

O Organismo Oficial Nacional , INAO, fixa e controla  regras pré-definidas que garantem que os produtos AOC estejam conforme critérios de qualidade rigorosos como: produção, delimitação de parcelas, castas, métodos de cultivo, colheitas, vinificação. Para ter direito ao AOC, um vinho é submetido obrigatóriamente à uma análise destes critérios, e á uma degustação por um comitê que controla regularmente tipicidade e qualidade. 

Côtes du Rhône : Domaine de la Guintandry, Côtes du Rhône AOP 2014, Orgânico e Biodinânico.

Você vai se apaixonar por este vinho que reflete a personalidade de um terroir generoso. Um verdadeiro romance!

Côtes du Rhône Villages-Rasteau: Domaine Didier Chavarin, Côtes du Rhône Village- Rasteau AOC 2009. 

As vinhas crescem aqui desde a época dos Romanos, e 95 "villages" constituem o vinhedo. Em cada vinho se esconde a alma de um vilarejo.

Domaine Didier Charavin, Côtes du Rhône Village-Rasteau Vin Doux Naturel, AOC 2010. 

Vinificado á partir de vieilles vignes, com idade entre 50 e 80 anos que concentram sua seiva e fornecem menos de 1 garrafa por vinha.

Crozes-Hermitage: Domaine Chevalier, Crozes-Hermitage, Cuvée La Motte, AOC 2010.

Charmoso, o Crozes-Hermitage é um convite permanente para a descoberta do frescor de frutas e flôres. Aqui, a primavera se estende no tempo.

Châteauneuf du Pape: Domaine de Saint Paul, Châteauneuf du Pape AOC 2010 Orgânico. 

Foi aqui que nasceu o conceito de denominação das primeiras AOC. Vinho elegante, taninos redondos, persistência aromática longa em boca que permite degustá-lo jovem ou após alguns anos de guarda.